21 março, 2010

falta-me a outra margem

falta-me a outra margem; textura de carne rubra. uma febre que me ausculta as têmporas. coxas coroadas pelo baixo ventre em chamas. o sabor. o néctar. os sons que brotam dos seios nas mãos estendidas. as pausas como se fossem gritos mudos. a vertigem dos gemidos penetrantes; como se de uma lua quebrada se tratasse. tenho a memória – falta-me a outra margem.


[por acaso nasci hoje; mas já foi há muito tempo]

[d c; são duas letras e uma alma]

9 comentários:

Anónimo disse...

Seria bom que os leitores sentissem o calor das tuas mãos quando te lêem. Olhassem os teus olhos e vissem o brilho do prazer que a escrita te dá. Observassem o teu rosto e sentissem a dor quando escreves certos textos.

Hoje é dia da Poesia!

O Mundo seria melhor se cada poeta sentisse o que escreve. Se cada palavra lhe saísse da alma com a emoção com que nascem as tuas.

Hoje é Primavera!

Já sorri e chorei com o que escreves. E posso te dizer, assim como dizem os poetas, que trago um sol quente e brilhante dentro do meu peito chamado ap, que para mim é sinónimo de amizade.

Hoje é o teu dia!

Para os verdadeiros amigos desejo tudo.

Um feliz dia para ti.

Beijo

Anónimo disse...

" Caminhávamos, juntos e separados, entre os desvios bruscos da floresta. Nossos passos, que era o alheio de nós, iam unidos, porque uníssonos, na macieza estalante das folhas, que juncavam, amarelas e meio-verdes, a irregularidade do chão".

D.

escarlate disse...

esta gente vem para aqui por posts a dizer que faz anos só para lhe darem prendas
blargh que faltinha de gosto

okok parabéns
quantos são? 60? 70? hã??? só isso? eh pah tas muita mal conservado
:P

Vanda Paz disse...

Ainda bem que aqui voltei (e foi a pedido dos mais pequenos) porque só agora reparei que o meu comentário ficou anónimo (o primeiro). De qualquer modo para ti era claro que tinha sido eu a escrever, aliás ainda faz parte daquele contrato que fizemos de eu falar bem de ti (a propósito podias mandar o chequezito eheheh) quem mais o poderia fazer???? (rsrsrsr)

A pedido deixo-te beijos das meninas e abraços dos meninos


(realmente a escarlate tem muita razão, que faltinha de gosto…. e talvez se começasses a beber vinho do bom pudesses melhorar um pouquinho o aspecto… rsrsrs)

Ana disse...

"Quem me tem mordido que me continue a morder, pois faz-me falta, quem me estima que me continue a estimar, pois falta me faz, e, quem me ama que me continue a amar, pois sem esse amor sou nada."


Isto dizias no ano passado.
Continua aser verdade,certo?
Eu continuo.
Um grande, grande abraço.

© Piedade Araújo Sol disse...

sensual.

abraço.

escarlate.due disse...

oh Vanda confessa lá que deixaste o comentário anónimo de propósito :P


(ele faz de conta que só bebe vinho rasca a ver se lhe ofereces umas garrafitas lol)

Vanda Paz disse...

confesso!!! que não foi de propósito!!!

(agora já nem as pede, nem as leva, vem cá bebê-las, é preciso ter uma lata... não há quem o ature??)

Um Poema disse...

....

Amigo,
Uma Páscoa muito Feliz para ti e para quantos te são queridos.

Um abraço