13 abril, 2007

Centro de Investigações do Burro

Exmos. Senhores(as),


Amigos/as, leitores/as e visitantes/as, nós Burros desta pastagem, também fizemos a nossa investigação, ah, pois fizemos, demorámos mais tempo a divulgar os resultados, que o Sr. José Sócrates a responder ao país, mas isso já é fruto das nossas limitações intelectuais, para o que desde já pedimos a vossa compreensão, bem como humildemente pedimos desculpa.

De qualquer modo revelamos aqui e em primeira-mão, o resultado desta investigação independente:

1. Apurámos que o cidadão em causa, não é Sr. Engenheiro, mas sim o Sr. José Sócrates.

2. Apurámos que o Sr. José Sócrates não é Sr. Engenheiro, mas sim Sr. Primeiro Ministro.

Perguntar-nos-ão como chegámos a estas brilhantes conclusões, pois perguntam muito bem e nós modéstia à parte respondemos ainda melhor, de forma simples e clara, ora aqui vai:

No ponto Um, através da Certidão de Nascimento do Sr. José Sócrates.

No ponto Dois, através dos resultados das últimas Eleições Legislativas.

Bem sabemos que alguns ao lerem isto exclamarão logo: Ora aqui estão mais dois que o colocaram no poleiro!

Ao que nós respondemos categoricamente: Estão enganados, nós não votámos no Sr. José Sócrates! Se o tivéssemos feito, não tínhamos qualquer problema em o admitir.

Outros dirão: Mas se há dúvidas, não devem ser esclarecidas?

Ao que respondemos de novo categoricamente: Claro que sim! Mas de forma civilizada e séria!

Mas como é sabido, quem não tem poder legitimado, gosta de bater em quem o tem, também é justo salientar aqui, que esta atitude não é apenas de uma ou de outra cor política, ou de uma ou outra classe profissional, mas sim generalizada, infelizmente. Basta estarem fora da esfera do poder, para adquirirem essa atitude, também não deixa de ser grave que nós o povinho lhes damos cobertura.

Por aqui preocupa-nos saber se o Sr. Primeiro Ministro, enquanto Sr. José Sócrates, cometeu erros, mentiu ou cometeu alguma falha grave, mas não alinhamos em julgamentos na praça pública, nem em linchamentos de carácter de forma leviana.

Preocupa-nos também, que os responsáveis pelo partido que se apresenta como alternativa, passe tempos infinitos em questões de lana-caprina, em vez de se prepararem para se apresentarem como alternativa credível e bem preparada. Isso sim, isso é que era serviço. Em vez de passarem o tempo com atoardas e guerrilhas internas.

Preocupa-nos que a forma como é tratado, o Primeiro Ministro do nosso País, seja lá ele de que cor política for. Quando ocupam esse cargo, foi por vontade da maioria de um povo, e temos de saber respeitar isso. Existem órgãos de soberania para escrutinar qualquer Primeiro Ministro, seja ele quem for.

Não esqueçamos, que as próximas eleições legislativas parecem estar longe, mas o tempo passa mais depressa do que julgamos. Querem melhor altura para fazer um julgamento?

Mas recuando um pouco, para uns é o Sócrates, para outros é o Zé, outros ainda o Eng.º, e por aí fora. Meus caros gostemos ou não da cor política de onde ele é oriundo, o Sr. José Sócrates, é o Primeiro Ministro de Portugal, é assim que deve ser tratado e respeitado, julgamentos e condenações, têm lugares próprios e formas civilizadas de serem feitos.

Depois admiramo-nos e ficamos chocados, quando crianças e jovens insultam e agridem professores nas escolas. Pois com exemplos destes, por parte de pessoas com grandes responsabilidades políticas e não só, como pais também. Do que estamos nós à espera? Será de milagres?

Nota da Redacção da Pastagem:
O direito ao contraditório é ali em baixo.

Os nossos agradecimentos e bom fim-de-semana a todos/as

13 comentários:

Isabel-F. disse...

Pelo que já aprendi contigo e por muito mais ... elegi-te um dos meus 5 Blogs preferidos ... tens lá um Award ... é teu ...

Bom fim de semana

Bjs

P.S.: já volto para comentar o teu Post, que ainda não li

rascunhos disse...

Há uma teoria que diz que o exemplo deve partir de cima.

Mas "mudam-se os tempos mudam-se as vontades" e ultimamente anda muito "boa" gente a fazer o pino...

Políticos e politicas, salvo raras e honrosas excepções,tem atitudes mesquinhas, de baixo nivel e que só elevam o estatuto das ditas peixeiras dos nossos mercados: essas sim têm que dar o seu melhor para vender o produto, é o seu ganha pão e por isso merecem o nosso respeito!

Qto aos "peixeiros" da política são pequeninos em tudo, meias lecas que não passm de ganda'nóias !

Bjinhos e bfs

pedropina disse...

bem , adorei o teu blog, mas este post está mesmo demais!

parabens!


http://ascronicasminhas.blogspot.com

claudia disse...

Ora aqui está um julgamento digno de um Burro!!

Estou cada vez mais convencida de que os Burros deveriam tomar os lugares cimeiros deste País.

A propósito: não há nenhuma licenciatura para atingir o titulo de Burro?

;)

Bia disse...

Olá António!
Como dizes e muito bem o Sr. Sócrates ou o Sr. Engº José Socrates ou o Sr. Primeiro Ministro, são a mesma pessoa, com estatutos diferentes e não dando eu muito valor á politica também acredito que nós Adultos temos que dar o exemplo, para tudo há um lugar próprio e concerteza que não é em Praça Pública ou agredindo o Sr. que iremos resolver seja o que for...
Portanto há que manter a serenidade e deixar quem de direito tratar do assunto, tens toda a razão, temos de ser um exemplo para os nossos jovens.
Desejo-te um bom dia e já agora um bom fim de semana.
beijo

ana disse...

Não sendo o título académico chamado para a questão, não interferindo com a legitimadde do cargo, pede-se que os bons exemplos venham de cima. Só e se se vier a comprovar que houve mentira, favorecimento ou falsificação, se pode desclassificar alguém, nesta matéria.
Aguardemos. Estejamos atentos, isso sim, ao que fôr ou não acontecendo, em matéria de políticas e resultados, nas questões com que o Primeiro-Ministro se comprometeu aquando das eleições. Aí é que nós, eleitores, podemos e devemos tirar conclusões. A crítica que se pode fazer, em meu entender, a uma mão-cheia de políticos da nossa praça, não personalizando, é o carreirismo político, o nunca terem feito ou pretenderem vir a fazer outra coisa na vida. É vê-los sair das juventudes partidárias para cargos na "coisa pública", onde nem sempre acabam por se mostrar os melhores dos melhores. Concordo em absoluto com a crítica de Odete Santos (isso, podem pôr-me rótulo, se apetecer, eu não me importo) ao dizer que a qualidade da oratória parlamentar decaiu, ao longo do muito tempo que ela por lá andou.
E já me calo, porque já abusei - peço desculpa.

Lia disse...

Ultimamente todos querem aparentar mais do que são...

Beijinhos para ambos

kurika disse...

Bem julgado. Concordo com o veredicto...mesmo em forma de questões!

Quotidianamente estamos habituados a reparar nos outros...e não fazer a nossa vida andar para a frente.

...

Perdão pela ausência.
Vou actualizar as visitas.

Um beijinho

PintoRibeiro disse...

Excelente K'mrd.
Bom fim de semana, abraço,

Claudinha disse...

Olá, hoje a coisa está para política... Hmmmm, eu sou fraquinha neste assunto, mas deixo meu beijo de bom final de semana!

Maria disse...

Eu vim, li, e fui embora, porque estou farta deste tema.

Mas fiquei a pensar.
E voltei para te dizer que, apesar de haver muito melhor, há também muito pior. Não que eu fique satisfeita. Não fico.
Por isso, um dia deste acho que vou emigrar...

Tem um bom fim de semana

david santos disse...

Olha! Eles que sejam o que Deus quiser!
Bom fim-de-semana.

soslayo disse...

António Paiva:

Amigo

Não tenho nada contra os adjectivos que cada um possa ou deva usar... apenas e só, a maneira como se os usa!!! Somos os únicos no mundo que damos relevância a isso e, enquanto assim for... continuaremos a não evoluir nas mentalidades e enaltecendo o acessório e desvalorizando o essêncial. Gostei do teu humor satírico que nos aponta para o subconsciente da verdade. Um bom fim-de-semana e um abraço.