01 agosto, 2007

em jeito de mau cheiro

Assim, como quem não quer a coisa, mas danados para ferrar, assim vamos nós por aqui. É isso mesmo, mau feitio puro e duro.

Provoca-nos uma tremenda “neura” visceral, coisas como: através da escrita tentar criar uma imagem em absoluto diferente daquilo que se é. Utilizar os espaços públicos para enfim, se dizer que já se foi rico, mas que o infortúnio e a inveja os/as tornaram pobres. Ouvir teses sobre como se pode ser pelintra, miserável e sei lá mais o quê, mas utilizando uma maquilhagem, que de forma alguma o deixe transparecer. Quero lá saber se ficaram sem o BMW, que compraram com o cartão de crédito. Vão morrer longe que é para não cheirarem mal.

Já não bastava estes dejectos sociais, ainda aparecem juízes, a alegar que um determinado monte de dejectos, violador/pedófilo. Merece uma redução de pena por ter violado, um menor ou adolescente, uma vez que a vítima também teve prazer no acto. Naturalmente que se sua Exa. o magistrado proferiu tais afirmações, é porque presenciou o acto, e verificou com os seus próprios olhos, que a vítima teve no mínimo uma erecção, ou ejaculou durante a violação. Isto sim, isto é que é serviço, o meritíssimo, recolhe provas durante o crime, podendo assim julgar e aplicar a pena, com toda a segurança.

Claro que ainda é pouco, veio agora um outro meritíssimo, aquando da leitura da sentença de um tipo que foi em tempos agente de autoridade, que matou três jovens, exactamente, três jovens e depois de mortas ainda lhes fez mais umas patifarias. Mas dizíamos nós, veio o tal meritíssimo dizer, qualquer coisa como isto: que aplicavam a justiça em nome do povo, mas que o povo não tinha como os influenciar. Mas perguntamos nós, Burros à força toda. Mas afinal, numa democracia, tanto quanto julgamos saber, só age em novo do povo, quem o povo elege. Lamentamos, mas desconhecemos eleições para juízes.

Uma coisa o povo sabe! Que os alimenta e bem! Outra coisa o povo também sabe! Que os meritíssimos o lixam e bem!

Bem sabemos que isto não agrada a quem está de férias, mas o mundo não pára. As sacanices também não.

17 comentários:

irneh disse...

Pois, afinal os burros somos nós! Por aceitarmos as decisões dos não-burros. Pode ser que um dia ainda se consiga ver "O triunfo dos burros!"

Beijinhos

Um Poema disse...

E de sacanices este país é farto.

Ainda um dia descobriremos que critérios são ignorados para se guindar à magistratura tanta vulgaridade.

Um abraço

Isabel-F. disse...

.. só pocaria uma atrás da outra ...

o tal que juiz que julgou o pedófilo tem instaurado um processo disciplinar por causa do que afirmou .... mas que o mais certo é ficar em "água de bacalhau" .... é só mais uma atitude para deitar poeira para os olhos de quem não se cala....

bj

Miguel disse...

Nojo!
Realmente "Os Tribunais são os órgãos de soberania com competência para administrar a justiça em nome do povo"; mas com decisões e declarações destas, constata-se aquilo que todos sabemos: Algo está errado e como não creio que seja o sentir comum desse mesmo povo...

kurika disse...

Sim...é verdade, tantas vezes verdade que até doi.


......

Um beijinho para ti

Boas Férias

Tudo de bom

......

Estou de volta

rascunhos disse...

É revoltante vermos ao que isto está a chegar.Justiça? Qual justiça?

Chego por vezes a pensar que há jogos de interesse também nessa cambada.

Eles e os políticos por vezes utilizam métodos parecidos

E revolta mesmo.

Bjinhos e fica bem

Moura ao Luar disse...

Dace nao te consegui ir ver!!! Voltas cá??

foryou disse...

Olha voltou aquele burro que eu conheço :)


beijooooooo enorme

Nilson Barcelli disse...

Fazem dos outros burros, mas é...
Julgam em nome do povo...? Pensei que isso se chamava "justiça popular", que qualquer dia é a que o dito povo lhes aplica.
A eles e a todos que andar a comer o povo por lorpa...
Mas há povinho que não merece melhor...
Bfs, abraço.

soslayo disse...

antónio paiva:

Venho eu de umas curtíssimas férias lá para as bandas do Porto e vim te visitar e olha que reparei de facto que estás com uma 'neura vísceral'!? Mas meu amigo poeta, depois que um acto de justiça dos nossos Tribunais passaram a ser com pompa e circunstância cobertos por toda a comunicação social (que temos) virando dessa forma não num acto de justiça mas, dum espectáculo tão só de propaganda e protagonismo dos meritíssimos dessa justiça dos homens! Sim, porque existe a outra justiça da natureza... ficou assim! Falam demais. Um grande abraço.

Maria disse...

O teu último parágrafo diz tudo....

Bom fim-de-semana
Beijos

lurainbow disse...

Saudade , uma dor no peito um vazio na alma e uma vontade imposivel para mudar tudo para estar perto de quem tanto amámos ...
Lurainbow com saudades ...
Lembrar e homenagear uma grande AMIGA!
Passa por lá , comenta ou reza , tanto faz ...

Kalinka disse...

OLÁ ANTÓNIO
tens toda a razão, o Mundo não pára e...digo eu, as sacanices muito menos.
BOA NOITE DE SÁBADO PARA TI.

Começa hoje a verdadeira Odisseia, não de Homero, mas da Kalinka...estás curioso?
Então...
vem espreitar:

Uma dessas comodidades são as ruas subterrâneas, uma verdadeira cidade por baixo de ______, que permitem que a população transite sem precisar de casaco, botas, gorros e luvas. Ali, a temperatura é normal, talvez até um pouco quente demais. Na cidade subterrânea, as principais ruas do centro são interligadas por túneis, passagens para peões e escadas rolantes que ligam prédios comerciais, estações de metro, áreas de lazer, cinemas e hotéis, facilitando a vida dos peões. São mais de 30 km de extensão, onde as pessoas se encontram protegidas. Os turistas ficam fascinados com isso e, quando voltam da viagem, é só no que falam, como se em ______ não houvesse nada mais interessante que isso.

Bom domingo.

Papoila disse...

Burro interventivo... Gosto assim.

Mas nesta democratica sociedade uns usam e abusam da democracias outros olham com olhos arregalados de espanto...

Beijos
BF

kurika disse...

Boas Férias...

Um xi

Um Momento disse...

E é mais um...
Entre tantos
Redução de pena... eu dava-lhe a redução... de vida!
Perdoem-me...mas fico furibunda com tais decisões ,pois quem molestado é, é que ainda é sujeito a ser o "mau da fita".
E assim vai a justiça para quem a não merece , pois de injustiça está este mundo cheio, e nós também:(
Beijo para Ti
(*)

Anónimo disse...

Naõ estou a ouvir isto!


Leonida