14 maio, 2008

breve VI





gostava que fosses o céu e eu a montanha;
o beijo era o tempo por inteiro e,
encontrávamo-nos todos os dias ao pôr-do-sol;
porque ao nascer do dia nos tocávamos sempre



antónio paiva

6 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

tã belo, que me deixou sem respiração...

Vanda Paz disse...

É sem sombra de duvida a tua frase mais bonita...

Obrigada por este amanhecer.

Beijo

Carla disse...

e que belo este encontro entre corpo e natureza
beijos

Ana disse...

Que cenário grandioso para o beijo que é o tempo por inteiro!

Aqui estão as vastíssimas dimenões do espaço, do tempo e do amor.

Mais palavras para quê?

Ana disse...

Ah, António, meu amigo, este post vai para "Em Destaque", permites?

Abraço.

segurademim disse...

é sempre emotivo o momento do reencontro