04 janeiro, 2007

é!

Por aqui demos três dias para ver como paravam as modas, mas lamentávelmente de novo só o Ano.
O governantes uns mais que outros são velhos.
A esquerda a cair de madura, mas a fazer de conta que não.
A direita desnorteada à procura da boia de salvação
O centro? Costuma dizer-se que no meio está a virtude.
E a virtude? Onde raio pára a virtude?
Bem sabemos que ainda é cêdo, mas por este caminho não vamos lá.
Não, não vamos!
Penso que todos nós, já uma ou outra vez ouvimos dizer, que quando o barco se está a afundar não adianta esbracejar, a solução é retirar a água que entra e manter o equilibrio, para que o barco continue a flutuar.
Ou então, resta-nos a postura dos ratos, que ao menor sinal de perigo, são os primeiros a saltar borda fora.
O nosso muito obrigado.

19 comentários:

Um Poema disse...

Pois é, amigo!... Esquerda, direita, centro, tretas e parasitas. O cheiro empesta, de fétido que é.
Um abraço

Anónimo disse...

Eu, comandante, serei a última a abandonar o barco!
*********
era a brincar, chuvamiuda
Mas não sou assim tão pessimista, pelo menos no que à esquerda toca...
O problema é a definição do que é esquerda, ou melhor, de quem metemos na esquerda....
Uma noite serena
Um abraço

Joana disse...

Olá AMIGO,

pois eu confesso, pela primeira vez na vida estou tentada a dar uma de rato e saltar borda fora...!

Fui sempre ensinada a nunca desistir e já me valeram valentes nódoas negras essa teimosia hereditária em forma de "amor à camisola", mas já começo a sentir-me cansada. Acho que preferia ser burra, inculta e viver na ignorância, porque para lá fo porão do barco só havia mesmo a água do mar e era tudo mais simples, ou será nates simplex?!

Beijinho grande e aquele bom e terno abraço.

stela disse...

Olá... às vezes preferia conseguir ignorar tudo... "doía" menos... mas como não consigo, contínuo a "sofrer"!
beijos

kurika disse...

Bom dia aos dois, ao António e ao Burrinho que hoje está numa pose muito querida...os ares do novo ano estão a fazer-lhe bem...


Desistir é sempre mais fácil...e aí entraria a "cena" do rato..., como não gosto de ratos, prefiro ficar do lado oposto e ir continuando a lutar...nem que seja em vão...é ao menos no que acredito.

Um grande beijinho

Anónimo disse...

Curioso. Gostei de passar por aqui.

Isabel-F. disse...

".........
mas lamentávelmente de novo só o Ano.
"

...pois é...
tens toda a razão.

Tem um bom dia.

Bj

Anónimo disse...

Boa tarde amigo.
Enquanto há vida há esperança dizem sabiamente os mais idosos...
Não sei se é bem assim!!!Os anos vão passando e "glórias" ficam-se pelo mundo do poder dos cifrões.

Um beijo

Maria disse...

Um bom ano, com muitas coisas boas.
O meu está a começar um cadito mal, mas vamos pensar que é só nesta semanita.
Beijokas

Testa Alta disse...

Chuvamiuda,

É por estares tão "nada" entusiasmado que o Burrito está de orelha caída?
Ele reflecte o pensamento do companheiro?
Não sendo tão pessimista como tu, concordo que a nossa sociedade e, mais ainda, o nosso círculo de profissionais da política, está tudo muito pardo, muito anquilosado. Não vislumbro muita gente nova a dar a cara e a ter ideias, a fazer-se rosto de causas sérias...
Bem sei, bem sei, há honrosas excepções, mas são poucas. O entusiasmo e a generosidade da juventude, hoje em dia, gastam-se em quê? - Estarei a ficar demasiado velha para perceber, ou será mesmo que a coisa está sempre a aumentar de complexidade?
Um abraço, amigo, ganha coragem, que eu sei que tu a tens.

segurademim disse...

... mas eles importam alguma coisa para a nossa vidinha?

serão assim tão importantes? ou somos nós que lhes damos importância?

beijo bem equilibrado :))

Claudinha disse...

Procuremos então a saída mais honrosa...
Beijos!

lifeyes disse...

O Ano Novo chegou! Os impostos continuam em cima, os ordenados em baixo... os politicos continuam fora, nós cá dentro... o meu vizinho ainda esburaca a parede, eu a "gramar"... os programas na tv não melhoram, eu continuo a não gostar... o que tem de novo o ano? ahhh!! sim!! pois!! tenho umas botas novas!!...

Um bom ano para ti :)

david santos disse...

Olá!
Ó chuvamiuda, vais-me desculpar. Mas eu penso que desta vez anda aí batota... Não está ninguém a fazer descair a orelha do burro com um pau?
Amanhã, quando eu passar, quero que me digas. Se eu estiver enganado, desde já as minhas desculpas.
Abraços.

a_cabra disse...

é!
Beijo

Anónimo disse...

como teimosa que sou, só vou mesmo parar quando o barco já estiver debaixo de água...

um beijo doce * com saudade
“·.¸Dreams¸.·”

dreams disse...

como teimosa que sou, só vou mesmo parar quando o barco já estiver debaixo de água...

um beijo doce * com saudade
“·.¸Dreams¸.·”

Anónimo disse...

pardon :)

Anónimo disse...

chuvamiuda:

Ó meu amigo Poeta mas, com a tua ajuda, nós não abandonaremos o barco mesmo que ele tende ir ao fundo. Ficaremos hirtos como um bom comandante que em caso algum abandona!!! Mas como a natureza é pródiga não iremos ao fundo... outros irão antes de nós.... Um abraço.