11 maio, 2006

algures entre o dia e a noite

Corpo franzino, olhar meigo, rosto arredondado, olhos castanhos enormes do tamanho da vontade, oferece um sorriso rasgado, a quem lhe oferece um olhar.
Calção coçado, sapatilhas cor de terra, a combinar com a t-shirt desbotada, é no entanto dono de umas quantas ruas e bancos de jardim, bem como de alguns calhaus na primeira fila da praia.
Gere de forma tão dedicada o seu património, que me parece que a maior parte dos dias a propósito, se esquece de ir a casa, não é menos verdade quem em casa também ninguém se lembra que ele não vai.
Se tem medo, sim ás vezes tem medo, mas não quer que alguém perceba, o seu sorriso atrevido é um bom esconderijo, tem já os amigos de longa data, que já sabem quais as perguntas que não gosta que lhe façam, que lhe amortecem a fome quando ela aperta, à noite pára perto dos bares movimentados, assim tem companhia até tarde e distribui sorrisos, recebe olhares e algumas moedas, até que o cansaço o vence e se encosta a dormir num dos seu lugares favoritos.
Da escola não gosta, talvez porque não ensinam aquilo que ele gosta de aprender e trocar, os afectos, sim se ensinassem isso, ele até era capaz de gostar de aprender a ler e a fazer contas, não quer dizer porquê, mas sente-se mais seguro na rua que em casa.
O nosso muito obrigado.

20 comentários:

chuvamiuda disse...

....logo mais faço-vos uma visitinha, agora vou descançar.....

Beijinhos e abraços, noite serena.

Luis Monteiro disse...

Bravo! Parece-me ser um dos melhores posts alguma vez aqui publicados.
Abraço

alfazema disse...

Amigo burrito

Tens um desafio no meu blog. Aguardo-te. Gostei muito deste post. Comoveu-me muito porque sem querer entraste em águas que , infelizmente, conheço bem.Infelizmente existem à nossa beira e a nossa casa precisa de uma arrumação grande nesse aspecto. Voltarei aqui para o comentar. Deixo-te um beijinho grande, grande, por teres feito uma pequena pausa . Eu sentia que isso ia acontecer.O teu lugar é aqui. Até logo.

Amanda disse...

e asim vai a nossa sociedade em pleno sec. XXI (dito "avançada")... palavras que me deixam um nó na garganta...

Anamargens disse...

Retrato feito com ternura ou fraternidades de alma?!
:( ???? :) :)

adesenhar disse...

cada caso é um caso!

quantos mais haverá algures entre o dia e a noite!

:)

Maria disse...

Muito lindo....vamos ver o mar
beijinhos

Isabel-F. disse...

...e tantos casos assim existem por aí...

faz doer a alma.

bjs

alfazema disse...

Olá Burrito!
Fizeste um post comovente e um dos meus cinco estranhos hábitos é este: o de comover-me. As lágrimas soltam-se-me hoje com facilidade porque ontem também já se soltaram,e anteontem, e antes de anteontem... Esta realidade conheço-a bem e sinto-me impotente para a resolver sozinha.Um caso nada fácil igual a tantos outros.Milhares, talvez. Encontra-se o carinho, a compreensão,o amor, um olhar, uma mão, a atenção... na esquina de uma rua, num largo, num bar...fora de casa. Onde estão aqueles ou aquelas que deviam ser os primeiros a detectar isto? Ele não se esconde, eles não se escondem. Então por que razão não se tentam solucionar estes casos com medidas práticas, rápidas, em vez de começar por papéis que andam de um lado para outro, em dossiers, caixas, prateleiras ... e se perdem ou arquivam ou...
Onde estão os apoios a estes jovens que não tiveram o carinho, o cuidado, o pão na altura certa? Onde estão os apoios a estes meninos a quem lhes falta tudo?Eu sei o que isto é...infelizmente. A escola tradicional não está feita para eles. Então façam outras, escolas-família, que os preparem para a vida, para a sua integração no mundo do trabalho com afecto,muito, com persistência, com dedicação...com profissionais formados para o efeito, com perfil para o desempenho rigoroso da formação /criação /educação destes jovens que não tiveram tempo para ser meninos. Que não deixaram/ deixámos que o fossem.
Beijinhos muitos, muitos
Não faças pausas. Fazes falta aqui. Acrescentas muito à blogoesfera.

dreams disse...

dói...
sem palavras...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

anirac disse...

hei...ai.. precisar de afectos é a 'doença' pior que há! beijos

Águas da Vida disse...

Muito triste amigo.
Uma linda quinta-feira.
Big Kiss

Ana disse...

Estranho texto...

sonia r. disse...

Obrigada por tudo Chuvamiuda.
Bjo.

Luna disse...

Sempre atento burrito, sempre atento.
Sinto-me tão impotente vimos tanta degradação humana á nossa volta, e tão pouco podemos fazer.
beijos

Anamargens disse...

só desejar "noite serena".
:)

alfazema disse...

Chuvinha

A noite vai avançando, o soninho chega e amanhã bem cedinho tenho de estar a pé. Dorme bem, descansa, mas nõ te esqueças das amigas.
Beijinhos

LM disse...

...gostaria, com toda a certeza.
Beijo

musalia disse...

tanta dor aliada a tanta beleza! se se ensinassem os afectos...ninguém seria analfabeto:)

beijinhos e belas palavras nos deixaste.

segurademim disse...

... bons sonhos, utópicos e esperançosos

que um dia todos queremos ir pra casa!

beijo