07 fevereiro, 2006

O Burro nas Oportunidades de um País

Sempre ouvi dizer que é durante os períodos mais difíceis, que surgem as melhores ideias e nascem capacidades com poder suficiente, para transformar a crise e depressão em grandes oportunidades.
De facto assim o é, se olharmos com atenção, podemos verificar que de repente de um momento para o outro, no nosso país surgiram um bom punhado de coisas, com a força suficiente para nos levar a uma situação bem mais confortável.
São empresários a querer fazer grandes investimentos no nosso país, grupos económicos internacionais que estão dispostos a inventir em nós, é o caso da Auto Europa e Microsoft entre outras, e agora um grupo nacional a SONAE a querer tomar as rédeas da PT.
São tudo acontecimentos que nos devem levar, a tomar uma atitude positiva perante as dificuldades, que nos devem levar a acreditar nas nossas capacidades, nas potencialidades do nosso país, que apesar de pequeno não deixa de ser atractivo para os grandes investidores.
A nós enquanto portugueses, cabe-nos a responsabilidade de ser interventivos, de dar o nosso contributo para que todos estes grandes projectos sigam o melhor rumo, deixarmos de estar agarrados à desconfiança, sermos positivos.
Não tenhamos dúvidas que todos estes acontecimentos, vão ter influência nas nossas vidas e se o quisermos, essas influências serão altamente positivas, só temos de fazer a nossa parte, tenho a certeza que ninguém minimamente responsável, queira ficar de fora e vir um dia a sentir-se culpado, pelo insucesso de tão relevantes oportunidades.
O nosso muito obrigado.

3 comentários:

sonia r. disse...

Bom diaaaaa!!!!!
Bjinho.

Eu disse...

post bem positivo (como a galp), mas agora segura-te bem às rédeas do teu companheiro porque hão-de vir aí os... (não Eu não vou escrever isto)

fica bem, positivamente

;)

Joana disse...

Assim mesmo.Mais uma vez concordo!
Vou deixar de escrever esta primeira parte, porque concordo sempre (hehehehe).
O que nós precisamos é desta criatividade, desta garra. De agarrar as oportunidades e intervir!

Beijo e obrigada por dizeres tudo em tão poucas palavras e de uma forma tão explicita!