28 fevereiro, 2006

A Pedra

Hoje decidimos homenagear a pedra, pode parecer despropositado, mas de facto no nosso entender não o é, na escola aprendemos coisas sobre a Idade da Pedra, da Pedra Lascada, reza a história da humanidade que os primeiros utensílios utilizados pelo homem, eram feitos de pedra, as cavernas naturais ou feitas à força de braços foram as primeiras habitações do homem, a pedra foi também utilizada pelo homem, para dar forma expressão artística, ou pura e simplesmente para comunicar ou registar factos, as hoje famosas Gravuras Rupestres e não só, são um exemplo disso, nos dias de hoje os artistas continuam a utilizar a pedra para expressar os mais variados sentimentos e arte.
Muitos de nós sonhamos com uma casa toda em pedra, muitos de nós temos em casa uma pedra como um objecto de decoração, muitos de nós quando vamos a algum lugar que gostamos, trazemos uma pedra como forma de recordar que estivemos ali.
Na verdade a pedra simboliza a beleza e ao mesmo tempo a força da natureza, trazer uma pedra de algum lugar é um pouco trazer um pouco connosco desse mesmo lugar, a pedra exerce um fascínio sobre nós, admiramos as lindíssimas casas em pedra, adoramos a calçada à portuguesa, ficamos fascinados a olhar os rochedos à beira mar, ou as montanhas rochosas, o que é facto é que não temos muita consciência dessa influencia.
Devido á força que a pedra transmite, ela é desde sempre muitas vezes usada para reforçar ideias, símbolos, vontades, reforçando a comunicação, passamos a referenciar exemplos que todos nós conhecemos:
Quem nunca tiver cometido perjúrio, que atire a primeira pedra.
Lançamento da primeira pedra.
Pedra de toque.
Pedra basilar.
Pedra sobre pedra
Pedra filosofal.
Quem tem telhados de vidro, não deve atirar pedras ao ar.
Colocar uma pedra sobre o assunto.
Duro que nem uma pedra.
Pedrada no charco.
Muitas outras haverá certamente, mas o que pretendemos é de alguma maneira, falar sobre algo tão importante para a humanidade, mas porque por distracção ou seja lá pelo que for, não damos o devido valor, agora para colocar uma pedra sobre o assunto, que tal deixarmos de dar pontapés na pedra.
O nosso muito obrigado.

15 comentários:

sonia r. disse...

Então um beijo de boa noite com "pedra".
Bom feriado Chuvamiuda.

Bjo.

Caiê disse...

E há ainda as "pedras" de que não falaste...
Isto para não falar da bagacina, das pedras de mistério, e dos currais de lava. ;)

Olha lá, Chuvinha, onde vais buscar tanta foto de burros?

Cristina disse...

de fugida, para te desejar um bom feriado, diverte-te, se for caso disso :))

beijinhos

Zeca disse...

Sabias que elas tem vida?
Tenho uma colecção de causar inveja.
Mas as que mais gosto são:
-Ametista, Sodalita, Quartzo Rosa, Quartzo azul ...
Sem esquecer da outra que nos dá prazer, claro.
Fica bem e obrigado pelas visitas.

Isabel-F. disse...

Oi,
Bom dia,

Adorei o teu Post.

Não quererás colaborar no Projecto Esperança?
Vai ver ao meu Blog.
Bjs e Obgda.

Anamargens disse...

Há as pedras preciosas e há o estar com a "pedra".
Isto digo eu, que nem sou dessas modas de me pedrar.
As de que gosto mais são as pedras decorativas: mármores, granitos, basaltos...
E há as falésias, arribas, rochas marinhas, areais das praias.
E as pedras da Acrópole e a Vitória de Samotracia e a Pietá e o Moisés e a Venus de Milo e...e...e...

Mocho disse...

Então e as "pedras" preciosas não são pedras? E a importancia das pedras que protegem as florinhas silvestres,hein? E onde é que eu poderia afiar o meu bico? E a espectacular sopa de pedra? Já viste as casas feitas em pedra? Soberbas! Só não gosto de "corações de pedra". P.S. - Tenho andado com a asita em baixo. Só postei por tua causa. Palavra de mocho. Como ontem me deste uma marradita, tomei o fôlego. Bicadinha grande nas orelhas do meu burrico.

segurademim disse...

... sem nenhuma pedra no sapato, digo-te que hoje almocei sopa da pedra

;)

alfazema disse...

Gostei mais uma vez do teu post e acho mesmo que há assuntos sobre os quais devemos pôr uma pedra, pisa-papéis, mas há outros onde nunca devemos deixar colocar qualquer pedra sem os discutir com objectividade, racionalidade , de forma civilizada. Da discussão nasce a luz e ficamos aliviados do peso da pedra.

Mocho disse...

Percebi que eras tu...pelo toque da pedra. Para a próxima, deixa ao menos o teu cheiro ou um pelo ou um piolhito ou a marca do casco...é que posso estar ainda mais lerda do que o costume...ha, ha, ha! Beijinho tb para ti (e obrigada).

Mocho disse...

Toma lá uma pena minha (ai..., doeu) e uma bicadinha no teu focinho (ai...os pelos picam). (Não, não bebi mas começo a ficar com a crista em cima).

alyia disse...

Então desejo que nunca tropeces em nenhuma pedra!

(30000 razões para te visitar a ti)

Carlos Estroia disse...

E eu que tinha aquui uma pedra no sapato.

Abraços

chuvamiuda disse...

.....[ ].....

sem cantigas disse...

tás com a "pedra"... e há ainda os calhaus