13 dezembro, 2006

fotografia chuvamiuda
(clicar na imagem)

podia falar-te de outros caminhos percorridos, mas os trilhos não me deixam mentir, podia falar-te dos meus esconderijos, mas as árvores chegaram primeiro, podia falar-te de mim, mas a bruma tomou-me conta, podia chamar-te na noite, mas só há luares vazios.
antónio paiva

18 comentários:

Maria disse...

a fotografia é muito bonita...
... e o texto muito poético...

Tem uma boa noite

kurika disse...

A frescura de uma gota de orvalho
que pela manhã se me oferece
na pétala da flor permanece
e na folha padece
quando o Sol a evapora...
e não demora
a chegar a hora
de me ir embora...

Ana Kurika

Um beijinho

amadis / pintoribeiro disse...

Abraço,

Ilhota2 disse...

Bom dia Amigo
A capacidade que tens, em nos transmitir diariamente a tua riqueza interior, é a maior oferta que se pode receber.
E és já um hábito que não dispenso...

Um resto de dia feliz

Testa Alta disse...

Chuvamiuda,

Nem preciso dizer: encantou-me o teu texto! A imagem a não desmerecer.
A bruma a tomar-nos conta, a cada um de nós, de vez em quando, querido amigo, faz parte da essência da vida. Não houvera brumas em nosso redor, como valorizaríamos merecidamente os dias plenos de calor e luz?
Um beijinho e um dia bom.

stela disse...

"... podia dizer que te amo, mas a voz falhou-me,
podia dizer que te quero, mas não me podes ouvir..."
desculpa a audácia em "acrescentar" texto...!

beijos

amigona disse...

Lindo, burrinho! Gostei muito de ler... beijo...

Miguel disse...

Não é bom mentir, não é bom viver escondido, melhor que falar de mim é ouvir de ti e não, companheiro, de noite ou de dia, os teus lugares estão cheios de ti e daqueles que prezas!

Granda foto, grandes cores com que encheste o vazio!

Mendes Ferreira disse...

que bom....mas que bom chegar aqui.....e encontrar a leveza de um texto bem escrito...


olá...








beijos.

pintoribeiro disse...

Abraço K'mrd.

Anónimo disse...

Linda foto. Pode-se saber onde é que foi tirada?

Rosario Andrade disse...

Boa noite!
A foto tem não sei quê de místico poético... as palavras completam-na.
Bjicos

Luna disse...

Temos de encher o vazio do luar com o brilho dos nossos olhos
beijos

chuvamiuda disse...

...................
imagem entre o Poiso e o Pico do Arieiro, Ilha da Madeira
...................

segurademim disse...

... podia

podia ser o título do post, podia

sem título fica mais enigmático, tal como a foto, linda cheia de promessas ... de boas sensações

podia dar-te um abraço podia apertado podia

Um Poema disse...

Podias também não revelar esta sensibilidade e, contudo, decidiste partilhá-la connosco.
Um abraço

soslayo disse...

chuvamiuda:

Ó Poeta, os teus trilhos e esconderijos que percorres, são as àrvores que te dão os luares vazios... Bonito chão de árvores, algures nas "carreiras" e sua periferia... esta minha mania de adivinhar os lugares proibidos!!! Um abraço e BFS.

Anónimo disse...

o que existe mais são luares vazios

beijo