02 dezembro, 2006

também é!

Vá-se lá saber porquê.
Mas por aqui preferimos duas ou três dúvidas fundamentadas, a um manancial de certezas enviesadas, que tão generosamente nos costumam oferecer.
Companheiro, ou muito me engano, ou as nossas manias de filosofar, ainda azedam alguém. Mas se tiver que ser, seja!

17 comentários:

Velutha disse...

Gosto de filosofar amiguinho. E quando azedo alguém também fico satisfeita.Detesto a indiferença.
Beijos doces

Joana disse...

Olá Amigo,

hoje não tenho dúvidas e as certezas foram pelo ralo.

hoje preciso apenas de colo e daquele abraço.

Beijinho...

Miguel disse...

Tenho tanta dúvida para tão poucas certezas! Será por isso que me agarro tanto às raras certezas?

É por isso que a independencia tem valor...Porque não cede a azedos ou evita amargos de boca.
É isso mesmo: "se tiver que ser, seja".

amigona disse...

Amigo burrinho, não consigo mandar mensagem. Queria comprar o teu livro e (claro!) uma dedicatória!Pode vir à cobrança? Beijo e bom domingo e deixa os azedumes passarem...

Anónimo disse...

Gosto do sabor da certeza depois de ter deambulado pela dúvida.

Bom fim de semana. Um abraço

pintoribeiro disse...

Que seja, Concodo. Abraço,

Caiê disse...

Nesta vida, azedamos sempre uns quantos... mas também adoçamos outros!

Enfim... disse...

azedar a mim nãããã llooll eheheh.bjokas

P.S. Tira essas letras do coment isso so atrapalha(não leves a mal hoje deu-me para dizer isto a tds onde me debato com elas lol.)Bjokas

dreams disse...

para quem azedamos temos sempre um remédio...

deixo-te um beijo bem doce, ao som das mil e uma noites...
“·.¸Dreams¸.·”


p.s. engraçado, mas mais de metade das tuas imagens não passaram na censura...

Anónimo disse...

chuvinha: não se trata de azedume, mas antes de livre-pensamento e liberdade de expressão. Não foi por isso que lutaram os nossos antepassados?
Infelizmente, isso é algo que parece faltar nessa ilha do ditadorzinho folião. Pelo menos, é o que me têm dito pessoas que vieram para cá e que agora já podem falar à vontade sem medo de perder o emprego.

Não leves a mal. O meu problema não é contigo mas com o referido ditadorzinho...

Nilson Barcelli disse...

Estamos a falar de quê...?
Das certezas das dúvidas?
Ou das dúvidas das certezas?
Mas diz lá ao teu burro que eu tenho quase a certeza que erva é quase sempre verde.
Mas às vezes o verde vira roxo... que foi a cor que os sportinguistas ficaram depois daqueles 2 do Benfica... e eu que tinha a certeza que os benfiquistas é que iriam ficar amarelos...
Um abraço.

Rosmaninho disse...

A vossa mania de filosofar fez-me lembrar António Aleixo, o maior poeta popular algarvio (em minha modesta opinião)...

"Eu não tenho vistas largas
Nem grande sabedoria
Mas dão-me as horas amargas
Lições de filosofia"

Vá-se lá saber porquê... Eu também tenho manias...e também gosto de vos ver filosofar...

~*Um beijo*~

kurika disse...

"Só sei que nada sei"... " e contudo sei mais que os Homens"
...grande filósofo, este Sócrates!!!...o verdadeiro!!!

Um beijinho
Sonha com os anjos...os bons!!!

chuvamiuda disse...

pois.........

Um Poema disse...

Mas é um prazer saber que se azedam os acomodados.
Azeda, sim!... Estou contigo.
Um abraço

Testa Alta disse...

Se tiver que ser...
Mais vale que alguém fique azedo, do que ficarmos nós amargos e arrependidos, meu Amigo!
Calar muito faz mal à saúde.

musalia disse...

a dúvida mata, a certeza estagna. nem sempre é assim, pois claro.

(muito eu gosto dos teus burrinhos;))

beijos.