21 dezembro, 2006

a propósito de Natal

fotografia chuvamiuda
(clicar na imagem)
Para começar e, para contrariar em vez do Pai Natal vem a Mãe Natal e, porque sem Mãe não há Natal, só depois vem o presépio.

fotografia chuvamiuda

(clicar na imagem,para quem gosta é bonito)

Ao contrário do meu companheiro, que adora o Natal, uma vez que é figurante assíduo, dizem as más linguas, que quando os outros lá chegaram ele já lá estava, desta vez quando me viu escondeu-se lá no fundo, mas eu apanhei-o.

Dizia eu, que o Natal desde sempre, gerou em mim uma série de contradições, ou sentimentos contraditórios, mesmo na idade de jovem, a minha consciência e o olhar atento, sempre me evidenciou, uma série de contrastes que eu nunca assimilei muito bem, há medida que me fui tornando adulto, esses motivos, foram ficando mais óbvios.

Sei muito bem, que isso deriva da nossa postura individual e colectiva, e sei lá se algum dia isso se altera, parece-me bem que não, mas tenho muita pena que assim seja.

Falo à vontade, porque aqui o "rapazinho", desde bem cêdo na tenra idade, fazia as suas próprias figuras, ou seja ia apanhar o barro, amassava-o, moldava-o, cozia e pintava as figurinhas todas e, ia sempre renovando e aumentando o espólio, apanhava o musgo e, até as gambiarras eram feitas por mim, e funcionavam, porque o "rapazinho" percebia de electricidade. Depois era só colocar tudo no devido lugar e, ali estava um presépio original :)).

fotografia chuvamiuda

(clicar na imagem)

Mas como não vos quero fazer perder muito tempo, abreviando isto, apanhemos todos o trenó, até porque eu também tenho as minhas fraquezas, e acabo por alinhar sobretudo nas comezainas e, como adoro cozinhar, lá estarei na função, o que me dá muito prazer. Assim sendo.

Desejo a todos um Natal, à vossa medida e ao vosso gosto, confecionem a vossa felicidade e, se puderem, façam alguém feliz.

Bom Natal.

15 comentários:

psi2 disse...

Feliz Natal!

stela disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
stela disse...

Olá amigo!
Este Natal, não me apetece, dizer a tipica Frase "Desejo-te um Bom Natal"! Não me apetece!
Apetece-me antes, desejar-te agora e sempre, amor e saúde, regados de felicidade!
beijos grandes

Testa Alta disse...

Haja mãe, presépio a lembrar infâncias distantes (a minha, a minha!), comida da época, algum calor humano, luz e cor e, se possível, uma lareira acesa.
A lareira, com uns troncos a crepitar, faz muita falta nestes dias. É um íman. Para os olhos, as mãos, os ouvidos, o corpo.
Chuvamiuda, simplesmente, haja serenidade.
Beijo.

pintoribeiro disse...

Somos dois. A gostar de cozinhar. O resto é lapidar. Um abraço. Excelente.

Ilhota2 disse...

Gostar de cozinhar...? Ora aí está uma coisita que não me seduz nada.Por graça, até brinco com a minha mãe e digo-lhe que deve ter apanhado grandes inquietações com os tachos, quando eu estava na sua barriguinha... Mas neste época até nem me importo. A pequenada ajuda e tudo parece ter um gostinho especial...

Boas Festas para ti.

kurika disse...

Bom dia:

Que bonita a Mãe Natal...e que bem seres tu a fazer as figuras do presépio.

Eu também faço o presépio. Para minha casa comprei as figuras principais em barro, e claro está também tenho o burro.
Mas, na casa dos meus pais, fazemos o presépio com musgo, e temos muitas figuras, e é um trabalho colectivo, desde ir buscar o musgo ao monte, até à construção do cenário, onde todos participamos desde os mais velhos até aos mais novos...e eu partilho desta construção sempre como se tivesse 10 anos...e tento incutir isto à minha sobrinha que tem dois anos e meio...!

E gosto igualmente de participar no jantar e nas iguarias das sobremesas...participar a fazer e a comer...!!!

E claro está, que gosto desta quadra.

Um grande beijinho...
...e que a estrela deste Natal realize o que mais desejas, para ti e para os outros.

Ana Patudos disse...

Meu amigo desejo que o teu Natal seja celebrado com harmonia , saúde e partilha entre quem mais amas.
São os votos sinceros desta tua amiga
Ana Paula
beijinhos natalícios

Eu disse...

amigo (nada, nada, nada) burro aqui fica uma prenda repetida porque as pessoas não se repetem e a imaginação não é muita

gde abraço

a_cabra disse...

Bom natal e boas comezainas e bons cozinhados e coisa e tal :-)) e beijos

Nilson Barcelli disse...

Também construía o presépio de raíz, começando pelo musgo, etc., quando era criança.
E o Natal tinha aquele sabor...
Aproveito para te desejar um feliz Natal e um bom ano de 2007, para ti e para a tua família.
Abraço.

soslayo disse...

chuvamiuda:

Não fui tão prematuro como tu nessa questão. Quando adolescente também alinhei nessa ilusão do Natal e as contradições foram surgindo quando a criança em mim foi-me abandonando... continuo a ser paradoxalmente uma criança de espírito mas um pouco mais desiludido com todo o que me cerca!!! Te garante meu amigo Poeta que confecionarei o meu natal embora não dê nada p'ra cozinha. Sou um zero à esquerda, que fazer? Não pudemos possuir todos os mesmos dons... Agora, o que te desejo meu amigo é que Tenhas Um Bom e Feliz Natal à tua maneira! Um grande abraço.

Anónimo disse...

Que o trenó não derrape e te traga de volta, são e salvo, rápido rapidinho para o nosso convívio.

Um abraço

chuvamiuda disse...

.................

Obrigado a todos/as

Miguel disse...

Tu és muito jeitosinho! Ele é a escrita, o sentir, a habilidade de mãos, a fotografia, a consciência social, o cozinhar!
Ouve lá tu vales uma fortuna!

Sobre as contradiçoes deixa-me dizer-te: Eu vejo a contradição também. Mas ainda bem... cores, luzes e sons..sabores e cheiros de festa. Festa porque existe um motivo. O Motivo nasceu para nos alertar para tudo aquilo que provoca as desigualdades que nos levam às contradições.

Bom natal