12 abril, 2006

Este é o sonho de muitas crianças portuguesas

Portugal Diário online«O meu sonho é ser traficante»
A nu e a cru a imagem suplanta qualquer texto, no entanto sugerimos a leitura da notícia do link, da qual fazemos um pequeno excerto e que não se pense que isto é uma notícia que nos chega de fora, é mesmo do nosso país.
A PSP registou, em 2005, um aumento no número de menores usados como «correios de droga». A situação ganhou expressão a partir de 2001 e daí para cá tem vindo sempre a crescer.
«Há crianças de oito anos a serem iniciadas na droga para, depois de agarradas, funcionarem como correios de droga». Quem o garantiu, durante a Tertúlia promovida pelo Sindicato, foi a advogada Francisca Mascarenhas, ex-residente no Bairro da Cova da Moura, na Amadora. Uma denúncia que o superintendente confirma. A educadora do centro social 6 de Maio, Paula, não esquece a resposta que recebeu de alguns menores à pergunta clássica o que queres ser quando fores grande?: «Quando for grande quero ser traficante de droga»,!
Deixamos as conclusões ao critério de cada um(a) de vós.
O nosso muito obrigado.

19 comentários:

holeart disse...

olhe... será q foi mesmo num burro que o cristo chegou lá?

nao percebi a raio chama voce burro?

sonia r. disse...

Para essas crianças a droga é a felicidade, dinheiro...são os donos da rua. E não apetece-me falar mais. Um beijo de bom dia Chuvamiuda.

sonia r. disse...

Holeart resolveu hoje andar a passear?

amadis / pintoribeiro disse...

Um beijo de bom dia.

Fausta Paixão disse...

Eu cá p'ra mim é mais tráfico de gaijos bons!!!

saxao disse...

Pudesse eu também ter sido...b'dia K'mmrd. Abraço.

Rosmaninho disse...

Bom Dia, Burro!
Bom Dia, Companheiro!

As crianças, sempre, respondem o que respondem em virtude do meio que as envolve e do que nele vivem...( todos nós sabemos).

Respostas destas?!... Não estranho...

"Aumentos preocupantes"... menores com armas, crimes, agressões, furtos...

Muito pouco ou nada se investe na família...
É aí que tudo tem o seu princípio!

~*Um beijo*~

Testa Alta disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anamargens disse...

Não sou esperto nem bruto
nem bem nem mal educado;
Sou simplesmente o produto
Do meio em que fui criado.
----------
Quadra de António Aleixo, poeta algarvio.
-----------
Chuvamiuda, não te canses de chover no molhado.
Chuvamiuda persistente acabará chegando a raízes sequiosas.

Parafraseando Chuvamiuda: o nosso muito obrigada.
Um beijinho a Chuva e festas ao burrinho.

Isabel-F. disse...

...é bem preocupante...e quem são os adultos que estãopor trás destas situações???...porque têm de existir...


bjs

Lagoa_Azul disse...

O assunto é deveras preocupante, mas enquanto for mais facil , e falo no geral naturalmente, pôr uma criança sozinha e fechada em casa horas a fio a aprender nada, em vez lhes dar uns bons livros para se entreteram a pintar ou a ler ou simplesmente a inventar...

Reflecte bem que mais de trinta anos depois da liberdade conquistada ainda se vive a ver os filmes do al capone do seculo passado, pior, ainda se fazem filmes desses e os promovem...

Depois lá vem as culpas para cima do abstracto, ou seja, da sociedada, so sistema, de...qulquer outra entidade que não nós proprios.

E pronto já alonguei tanto que já me parece que está maior que teu post, lol

Boa tarde, e deixo beijos com carinho

Caiê disse...

Se passas fome, o dinheiro começa a comandar a vida, caro burro. Poucas coisas darão tanto $$ como essa...

a.s. disse...

olá ;)

lamento, mas não consigo comentar...

prefiro acreditar nas crianças dos brinquedos e dos doces...

um grande beijinho,

alice

Ouvinte disse...

Será a necessidade de crescer que faz os jovens pensarem assim, lembro-me de nunca pensar desta forma, até porque sempre tive uma educação um pouco mais rigida.

Mas o querer ser grande antes do tempo, e a facilidade com que podem ganhar dinheiro e com isso respeito sobre os da mesma idade leva as nossas crianças a crescer de forma errada.

Será que existe solução?

Luna disse...

è assustador o que fazem com as nossas crianças
beijos

sofia. disse...

Assustador mesmo
Que futuro entregaremos aos filhos que esperamos vir a ter?...

LM disse...

E terão exemplo melhor nas suas casas??
Beijinho

Anamargens disse...

Vinha ver se havia mais escrita.
Boa noite.

alfazema disse...

Fiquei arrepiada ao ler o teu post e o artigo para que nos remetes.Para onde caminhamos nós ao permitir que no seio da sociedade em que vivemos, apareçam estes casos e se multipliquem a este ritmo? Andamos todos numa redoma de vidros opacos que os não vemos? Andamos com tampões nos ouvidos? Somos egoístas e vivemos pensando no nosso umbigo? Na nossa família? E os nossos governantes? Quais são as suas prioridades? Então as crianças não são o futuro? Para onde caminhamos?
Estou preocupada. Estas crianças preocupam-me. Os seus pais preocupam-me.
Vamos estar todos mais atentos? Vamos ajudá-los? Vamos lutar por uma sociedade mais justa, mais equilibrada, mais preocupada com as nossas crianças?
Vamos passar à acção. Que tal começar por fazer voluntariado nestes bairros, nestas famílias, nas instituições vocacionadas para estas actividades?
Umas horas por semana não custa nada.
Um beijo