14 março, 2006

Para Reflectir

Médica absolvida

"Na sentença, o juiz Hélder Claro considerou que não ficou provado qualquer comportamento criminalmente condenável por parte da médica que, contudo, revelou "total falta de solidariedade" e "muita indiferença" para com os pais da criança. "A questão é que estamos aqui para julgar comportamentos criminais e não morais", sublinhou o juiz, justificando assim a sua opção pela absolvição. "
Para reflectir onde acaba o comportamento moral e começa o criminal, o que há aqui de facto é mais uma das vitimas de sempre, segundo critérios ultimamente adoptados também não faria parte dos fundamentais, mas como se trata de um processo que já remonta a 2003, sim 2003, três anos para chegar a esta conclusão, coisa pouca nada que nos surpreenda, depreendemos então que o critério seria outro, talvez o dos comportamentos morais não criminais.
O nosso muito obrigado.

12 comentários:

sonia r. disse...

Será que haverá algo para reflectir? Boa noite Chuvamiuda.

Bjo.

Carlos Estroia disse...

Só isto (para reflectir):
Moral e Ética --- significam exactamente a mesma coisa... O BEM DO HOMEM--só que uma(moral) tem origem no latim e a outra (ética) no grego....
A Lei nas sociedades ditas democráticas--- significa regras para o bem do homem que devem estar de acordo com a ética...

Pelos vistos prestar assistência a uma criança vai contra a ética ou moral e é diferente de lei...ou então estamos muito mal servidos de juizes... juizes que não sabem o sgnificado de ética... ou então a Lei está muito mal feita...e não é uma sociedade democrática... é uma sociedade onde reina a hipocrisia e os interesse ou conhecimentos de compadrios...

Se calhar é tudo isso... ou então outra coisa qualquer....

Abraços

HatA/mãe disse...

Chuva miudinha
acha que tenho muitos admiradores?
acha? pois não os queria, desta maneira...se é que sabe. Amigos/as quando sinceros quem os não quer?
Sr. burro, antes queria ser burro e ter muitos admiradores, do que ser mãe destroçada...
Pronto vim logo a correr.
Cumprimentos

Caiê disse...

A justiça nada tem a ver com a ética. Não sei quem me disse esta frase, creio que um colega que estuadava direito... Dá que pensar...

Eu disse...

"A questão é que estamos aqui para julgar comportamentos criminais e não morais"

enquanto a falta de moral, ou melhor, a desmoral (ou inmoral) não for considerada crime, continuaremos a ouvir frases destas da "justiça", digo Eu
(mas o mais bizarro é que também, por vezes, a prepetuação de actos morais, e perfeitamente justificáveis, são punidos criminalmente - entenda-se a justiça dos Homens...)

HatA/mãe disse...

Não tinha intenção de ofendê-lo,
mas gosto de esclarecer os equivocos.
Então vou-lhe dizer que me têm acontecido coisas estranhas...pensa que não arranjei inimizades? com algumas que já trazia de fora da vida real...
estou a juntar os comentarios, que tenho apagado, para um dia os mostrar todos.
Hà quem pense que quero ser estrela á conta da dor e de estar a espalhá-la...por isso tive que alterar o sistema dos comentarios.
No meu caso, secalhar tambem ficaria assim o seu comentario nada tece de ofensivo, apenas coincidiu com outro que me chamava vedeta da net.
Se foi de boa fé, tambem não o ofendi...talvez fosse um pouco agressiva, em virtude do que me colocam lá.
Olhe que nem todos os comentarios que la aparecem são de boa fé. Felizmente posso prova-lo...depois quando publicar os comentarios esplico.
Como sou uma pessoa humilde nada arrogante, devo dizer-lhe que tambem já tive outro equivoco a quem pedi desculpa.
A si se o ofendi, tambem lhe quero pedir desculpa e um pouco de compreensão.
Muito obrigada
Um abraço

HatA/mãe disse...

*errata explico

HatA/mãe disse...

OK Um bom dia tambem para ti
Um abraço

Anamargens disse...

Chuvamiuda,
Tristemente, justiça e rectidão moral, de vez em quando, parecem não ser da mesma família. Nem vagamenta aparentadas.
Há tanta coisa que nunca foi provada como ilegal ou ilícita e, contudo, qualquer cego vê que é imoral ou amoral...
Como há profissões que, na modesta opinião que tenho, são mais de que um trabalho - são missão. Ser médico seria uma delas.

Isabel-F. disse...

...por isso o símbolo da Justiça é uma Balança...

infelizmente vários médicos...julgam-se deuses...e não deveria ser assim...

somos maltratados nos hospitais...e a minha experiência é recente...de 3ª feira passada no Hospital S. Bernardo em Setúbal...no acidente que sabes, o meu marido perdeu o conhecimento...por essa razão o INEM disse que tinha de ir para o hospital para serem feitos exames...quando foi atendido pelo médico da triagem sabes o que lhe disse: o Sr. veio a si rapidamente...não foi?...então não tem nada...e pura e simplesmente nada fez...hoje ainda estamos à espera do contacto (dizem-nos que será amanhã)...dos médicos da Cª de Seguros do responsável pelo acidente para então fazermos os exames necessários....
a mim cozeram-me a cabeça porque estava a deitar sangue...caso contrário se calhar ficava o buraco aberto....

enfim...

bjs

Joana disse...

E até quando os factores burocraticos se sobrepõem aos factores de perigo para a vida humana???

Há seres humanos, que de humano, têm de facto, muito pouco!!!

Obrigada pelo alerta!

Beijinhos para ambos

LM disse...

Pode-se falar do que deveria ser feito a juízes destes??
E não, não me ocorre nenhum comportamento de ordem moral, antes pelo contrário.
Fiquem bem.