10 março, 2006

Talvez um dia

Talvez um dia, o meu companheiro e eu consigamos aqui escrever alguma coisa de jeito, alguma coisa que agrade a gregos e a troianos, alguma coisa devidamente fundamentada e com sentido.
Assim daquelas coisas que saltam logo à vista, que se vê logo que quem escreveu é gente esclarecida, que agrade a católicos, protestantes, islâmicos, budistas, ateus, agnósticos, aos que vão ao Domingo de manhã à missa e, passam pela padaria a fim de levar pão fresco para casa.
Que agrade aos que gostam de arte e cultura, história, geografia, poesia, fotografia, romance, erotismo, filosofia, cartomancia, aos iluminados, aos descrentes, aos malvados, aos infelizes e aos felizes, aos brutos e aos sensíveis, aos que sofrem por amor, aos despeitados, aos encornados, aos mansos e aos bravos.
Que agrade aos ambientalistas, aos de esquerda e aos de direita, não esquecendo os do centro e os dos extremos, aos irritantes, aos benevolentes, aos bem e mal intencionados, aos mordazes e audazes, aos estúpidos e aos super dotados, aos que gostam do campo, da serra, do mar, das árvores, das plantas, das flores, dos pássaros, dos peixes, de cães e gatos, das vacas sagradas e de todos os outros animais.
Que agrade a médicos, enfermeiros, advogados, juízes, professores e outros doutores, arquitectos e engenheiros, lavradores e gurdadores de gado, prostitutas e proxenetas, mulheres a dias e domésticas, desempregados, larápios, sem abrigo e mendigos, mecânicos, electricistas e trolhas, secretárias e outros administrativos, funcionários públicos e forças de segurança, a todos os ramos das forças armadas, reformados e pensionistas, detentores de rendimento minimo e cargos politicos, sem esquecer óbviamente os vadios.
Que agrade aos que gostam de cosido à portuguesa, de arroz de marisco, de feijoada á trasmontana, de tripas à moda do Porto, de açorda à alentejana, de chanfana, de cabrito á padeiro, de coelho á caçador, de favas com chouriço, de presunto e enchidos, de queijo e manteiga, de ervilhas com ovos escalfados, de arroz malandro, de vinho tinto e vinho branco, de cerveja, coca cola e de água.
Aos que gostam de ler jornais, ver televisão, ir ao cinema, à disco, de espreitar para casa dos vizinhos, aos que gostam de dizer bem e dizer mal, aos que gostam de sexo, com amor, e os que gostam à bruta, aos que sofrem de disfunções e aos potentes, aos pouco e aos bem abonados.
Tenham paciência vá lá, pode ser que aconteça, mas nunca se esqueçam, um Burro é sempre um Burro, por muito que chova.
PS: E aos que gostam de pessoas, em especial das crianças, sim porque as crianças também são pessoas, digo eu, que sou Burro.
O nosso muito obrigado.

32 comentários:

LM disse...

...que agrade a gregos e troianos?
Deus vos livre!

sonia r. disse...

O burro passou-se. Boa noite Chuvamiuda.

Bjo.

inBluesY disse...

nesse dia, certamente não vou gostar de aqui estar...

Gostei do ultimo paragrafo, apesar de gostar de 'burros' ;)

HatA/mãe disse...

Um burro inteligente...
Já sabe que para viver nesta selva tem que ser mais ou menos assim e assado...
Há pessoas que não conseguem, por isso existe no ser humano a consciencia...mas um burro apenas quer sobreviver se para isso tem que agradar a todos, porque não?
Embora eu ache, meu amiguinho...mesmo assim, nunca se consegue, há sempre alguem do contra.
Um abraço nesse pescoço gordo.

alfazema disse...

Eu sei que és um burro muito inteligente. Deves ter muitos cursos! Andaste pela Sorbonne, Oxford, Cambridge e talvez Salerno? Explica-ma lá isso de agradar a gregos e troianos. Sempre me disseram que era impossível! Mas tu tens boa vista. Olha , cá p`ra mim, o melhor do mundo também são as crianças e deixemos o resto.
Um beijo

spartakus disse...

eu que o diga...por isso estamos em extinção. b'dia.

inBluesY disse...

Bommmm Diaaaaaa

Joana disse...

Mas o que vos deu???

...é mau quando conseguimos agradar a todos.
...é mau quando agradamos sempre e em todos os sentidos.

...é artificial. Eu prefiro-vos como têm sido até aqui (se não se importam!)

Será que foi alguma coisa que eu disse???

Beijinho grande para burro e companheiro e um bom dia!

Anamargens disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anamargens disse...

Burro sensível, filósofo, não vivas com essa preocupação de agradar a todos. Agrada à tua própria consciência, que me parece que a tens bem formada - Honra e louvor a Pais, professores, amigos - e deixa fluir a vida e o pensamento. E deixa chover as tuas ideias e sentimentos nos teus posts; continua amando e defendendo as crianças; muito obrigada da minha parte. Beijinho ao burrito.

greentea disse...

agradar a todos nem pensar... meu burro.
Outros h´´a que não agradam a ninguém, que não mudam de peúgas há mais de não sei qt tempo e a t. fala no seu blog Por um fio...
dixem que Vozes de Burro não chegam ao céu. Mas chegam, sim!

BÓLICE disse...

O Camarada Sptks dedicou-nos um belíssimo post... tás a ver como gosta de nós?

inté

alice disse...

bom dia chuvinha preciosa,
sabes que sermos crianças é o nosso melhor tesouro?
obrigada pelo brilho de inocência que deixas ficar em minha casa
um grande beijinho
um óptimo fds
alice

eco de mim disse...

nunca percebi essa dúvida q algumas pessoas têm, de as crianças serem ou ñ serem pessoas...
qto ao resto, é mto difícil agradar a gregos e a troianos, mas se conseguires, diz-me a fórmula q eu tb quero um pouco desse elixir! ;)

clotilde disse...

Os Burros são teimosos como umas mulas!!!

é claro que as crianças são pessoas, haviam de ser o que gatos?
Ai, ai, ai, nunca se consegue agradar a toda a gente mas, o mais importanter é estares agradado de ti!

Beijinhos e bom fim de semana

Eu disse...

Eu sei esse dia nunca chegará, sabes porquê?
porque se essa gente toda gostasse só de uma coisa não era "essa gente toda" era só "essa gente"

podias fazer era o seguinte: escrever algo que desagrade a toda a gente ou, pior, deixar de escrever coisas, mas como isso tb não o farás - continua, mesmo à chuva miuda

;)

Isabel-F. disse...

...se agradasse a todos...deixaria de ter interesse...claro...

...sem dúvida as crianças são pessoas...mas...infelizmente....muitos se esquecem...


bom fim de semana
bjs

alfazema disse...

Sabes chuvamiúda, quando saio daqui, depois de ouvir o teu burro, vou sempre mais rica do que quando entrei.
Obrigada por teres posto o asinino a falar.
Um beijo

Ana disse...

Boa sorte nesse vosso objectivo que considero extremamente complicado (para não fizer impossivel) de atingir!!!

anirada disse...

Oh burrinho, tu agradas-me!!! Continua, eu gosto do que está escrito...
fica bem, come bem, porta-te bem...

BÓLICE disse...

Vénia...(obg)

inté

dreams disse...

podes não agradar até a ninguém, mas a mim agradas ;)

um beijo doce * e bom fim de semana
( para ambos )
“·.¸Dreams¸.·”

Rosmaninho disse...

Oh Burro, oh companheiro do Burro!

Escrever coisa de jeito?

Todos os dias que aqui venho só vejo coisas de jeito e... que entendo!

Agradar a todos!? Mas quem é que consegue agradar a todos!?

Burro normal e companheiro normal não podem nem devem a todos agradar.
É por serem como são que faço um desvio, todos os dias, para chegar aqui... Façam favor de se manterem assim. Rosmaninho agradece.

~*Um beijo*~

inBluesY disse...

beijinhos tontos ;)

Caiê disse...

Não percebi o comentário que deixaste no meu blog... Comeste erva-azeda?
Homem, nem os profetas agradam a todos. Deixa-te disso... :)
Beijo nas orelhas.

Lagoa_Azul disse...

Tenho andado burra com tanto trabalho, esta noite fiz greve, amanha volto carga...

Bom fds, beijos com carinho.

missixty2000 disse...

Quando conseguires isso avisa que indico-te para o prémio nobel da paz!!! beijos!!!

Mocho disse...

Tu estás com vontade de dar coices em alguem...estás, estás.

sonia r. disse...

Boa noite...

Bjo.

chuvamiuda disse...

.....meus caros(as) as nossas Burrices destinanam-se às proeminências da blogosfera, aos provedores da blogosfera, às Edites Estrela e seus consortes da blogosfera, aos caça visitantes da blogosfera, isto porque na nossa modesta Burrice, o acto de escrever neste espaço é por si só um simples acto de partilha, de desabafo, de em muitos casos combater alguma solidão ou angústia, de expressar conforme melhor se é capaz aquilo que nos vai na alma/pensamento, deduzir por nós mesmos que aquilo que escrevemos é melhor que o do outro, é um acto de ilucidez social, é o transportar do mesquinho quotidiano, os vicios da superioridade, provocar os desconforto desse bem estar instalado, é também um dos nossos objectivos......
O nosso muito obrigado!!!

Carlos Estroia disse...

A Helena, aquela de Troia, também se julgava capaz de agradar a gregos e a troianos....

Há muitas Helenas (e Helenos) por aí... que partem
do princípio que são melhores que os outros... mas também tem a sua piada...

Espero brevemente também abordar o tema como tu e o teu companheiro fizeram...

Abraços

segurademim disse...

... puxa! grande lista! a mim agradam-me, talvez porque não vou à missa, mas vou ao pão-nosso-de-cada-dia com entusiasmo e a energia que o corpinho aqui deixa!!!

sem criancices e com muito amor às crianças, TODAS! peguem nelas e vão passear!

beijo bom fim-de-semana ;)