23 novembro, 2006

e se um dia

fotografia chuvamiuda
(clicar na imagem)

19 comentários:

soslayo disse...

chuva miuda:

Serão a trevas meu amigo! Serão as Trevas! Bonito o poema mas um pouco sombrio!!! Isto deve ser lá para os Lados do Caniço, ou não?! Um abraço.

segurademim disse...

... mas tal não pode acontecer! espero que as novas gerações, abram os olhos e cuidem melhor da sua casa global

beijo . bom dia :)

kurika disse...

Espero que o sol brilhe sempre...e que o Homem reconheça que é imprescindível que isto aconteça...embora a sua ganância na conquista de todas as ciências o tenha adormecido para tal...

Eu acredito que vai continuar a brilhar para todos nós...

Um beijinho e um bom dia...hoje não temos o seu brilho, pelo menos para estes lados...

sonia r. disse...

Hoje por acaso o sol não nasceu...bom dia Chuvamiuda.

pintoribeiro disse...

E chove, pois. Bom dia, abraço.

amadis / pintoribeiro disse...

Bom dia.

Joana disse...

Olá AMIGO...

por vezes a ignorância deixa-nos distantes...ou apenas afogados em excessos.

Vim respirar as tuas palavras...para sentir que ainda estou viva!

Beijinho grande e aquele abraço

Ilhota2 disse...

Bom dia.
De vez em quando é bom pensarmos na finitude do que nos rodeia.Quanto mais não seja para darmos valor ao pouco/muito que possuímos.

Um abraço deste cantinho

Miguel disse...

Mas nós não vamos deixar pois não?

Companheiro, fica o desafio para a luta comum pela alfabetização de consciencias...

Abraço

Testa Alta disse...

Um tudo nada apocalíptico, meu amigo!
Saibamos e ensinemos a conservar a Casa Comum, para que haja sol, céu, luz, mar, planícies e montanhas, em pano de fundo à fraternidade dos Homens.
Um abraço.

Isabel-F. disse...

Que horror ... que coisa mais mórbida ...

espero bem que as tuas palavras nunca se profetizem...

Beijo

mfc disse...

A última, a ignorância a sobrepor-se à lucidez, está a acontecer a olhos vistos!

kurika disse...

... passei para te desejar uma noite serena...

Beijinhos

a_cabra disse...

:-)*

Marco Ferreira disse...

Simplesmente magnifico.

marinheiroaguadoce a navegar

Claudinha disse...

o mar e as palavras casando perfeitamente, um recebendo os raios de luz do sol, outras recebendo os raios de luz do amor...
Um beijo!

musalia disse...

bela imagem...e palavras avisadas.

beijinhos :)

DIGNIDADE disse...

Olá!
Bonito poema, com um realismo constrangedor...efectivamente o sol já não nasce como outrora...e desgraçadamente a ignorância (com todos os males que lhe vêm associados) reina sobre a lucidez...felizes dos que não têm capacidade de descernimento ou que vivem na ignorância, pois é deles este Reino em que vivemos.
Felizes de nós, que podemos ler um Ser Lúcido e Iluminado!
Um bj!

Rosmaninho disse...

O sol, o céu e o mar não nos deixarão ficar mal...tenho a certeza!

~*Um beijo*~