13 novembro, 2006

outra imagem outro poema

fotografia chuvamiuda

recantos

a paisagem acaricia-me o olhar

a mansidão afável massaja-me o pensamento

cada recanto é um tesouro

molho-me pela chuva da melancolia doce

entrego-me sem demora ao culto da alma

espalho ao vento desejos amordaçados

rodeado por intensos murmúrios de azul

a dominar tempestades por dentro

antónio paiva in "juntando as letras"

Boa semana a todos.

12 comentários:

kurika disse...

Bom dia...
Ler-te acaricia-me o stress de montes de problemas que tenho para resolver numa Segunda Feira...
... e fico mais calma, com um sorriso nos lábios, pronta para enfrentar os tubarões...

Um beijinho

sonia disse...

Belíssimo poema e sempre com magníficas fotografias. Bom dia Chuvamiuda e uma boa semana.

Abraço.

pintoribeiro disse...

Bom dia, abraço,

mfc disse...

A contemplação é uma forma de redenção!

Eu disse...

Eu só digo isto:

assim é difícil trabalhar...


;)

clotilde disse...

Olá!
Passei só para deixar um beijo, depois passo para ler com atenção.

Beijinhos

Miguel disse...

A tempestade interior, contrasta com o mundo exterior. É pelo culto da alma, pelo azul do mar, pelos dois, ou os dois são um só?

Anónimo disse...

Excelente, dizer mais o quê, boa semana.

Martek@x disse...

gostei mt... beijinhos Marta Santos

mares-e-maresias disse...

Gostei do poema e da fotografia.
Voltarei.
Beijos

Luna disse...

Que lindo, tamto o poema como a foto, faz descansar o olhar
beijos

Ana Patudos disse...

Sabes o que me apetece fazer aqui?
Entra na fotografia e sentar-me bem na beira do penhasco, sentir as gotas desse mar lindo e salgado.
Esta foto complementa-se com as palavras tão sentidas que a acompanham.
beijito
fica bem
Ana Paula