19 novembro, 2006

foi você que pediu uma cantiguita?

Pois então eu canto, canto que às vezes me desencanto, que outras me espanto, e muito raramente me encanto.
É verdade, pode não parecer, mas eu ainda tenho as minhas utopias, tristezas e alegrias, umas partilho outras não.
O que mais me aborrece, não são as dificuldades resultantes das exigências do dia a dia, mas sim as dificuldades manifestadas por alguns, e não são tão poucos como isso, dizia eu das dificuldades de alguns, em coabitar com a pluralidade de ideias, maneiras de ser e de estar.
Naturalmente, que quando assim é, ou se criam tribos onde se enquadram mesmo sem saber se faz ou não sentido, mas isso também pouco importa, ou então caminham para o isolamento, e quando se dão conta do facto, aqui esbracejam aos quatro ventos que estão sós, que ninguém lhes liga, enfim um rosário de amarguras que nunca mais acaba.

Assim sendo, sugeria, note-se, sugiro apenas, que deixemos de nos deslumbrar tanto com o nosso umbigo, toleremos mais e julguemos menos, mais diálogos e menos monólogos, obviamente sem hipotecar o nosso Eu.

E como por aqui a vontade de postar a metro, anda muito limitada, por agora chega.

Desejamos a todos uma óptima semana.

16 comentários:

The Bitch disse...

Please......
Mostra-me o teu umbigo, lol.
*

Miguel disse...

Olha que bem cantado!
E saiu-te assim, logo a primeira, não foi?
Quando é a nossa alma que canta (onde é que eu já li isto), sai assim...porque acredito que anda por aí muita alma harmónica.
E se dizem alguns que a blogosfera é por definição umbiguista, a alma que como todos sabemos fica por tras do umbigo pode falar do que a preocupa sendo certo que nunca é o egoismo. É a vida, os outros, o mundo... e deixar que as almas se entendam aqui, pois nao estamos no parlamento.

Enfim... disse...

as vezes é dificil haver algum controlo sbre o umbigo dos outros...é inevitavel...Bjokas e boa semana

Ana Patudos disse...

Muito bem cantado, sim senhor. Estou de acordo.
Aliás , os burros têm quase sempre razão. ;))
beijito patudo
Ana Paula

a_cabra disse...

Mas que burro tão bem cantante e falante :-)) até estou espantada com semelhante voz de barítono... Que te parece se um dia destes juntarmos o meu umbigo de cabra com o teu de burro e coabitamos com as pluralidades que nos apetecer? ah?
Mas agora falando muito sério, tens toda a razão... passamos muito tempo das nossas vidas a olhar para o nosso umbigo... cá para mim, são ainda lembranças remotas de quando nos alimentavamos através dele...
Beijos e boa semana

kurika disse...

É mais fácil levitar o nosso umbigo, que o dos outros, e reconhece-lo é que é difícil.

Um beijinho de Boa noite...

Rosmaninho disse...

Por acaso até pedi uma cantiguita.:):):)
Está bem afinada... esta!

Nunca gostei muito do meu umbigo, raramente olho para ele :):):):) mas... de dialogar gosto muito.

Que a semana seja a melhor!

~*Um beijo*~

DIGNIDADE disse...

Olá!
"Quem canta seus males espanta..." e tu estás a espantar muito bem um dos males: a falta de personalidade que degenera em falta de respeito e intolerância para com o próximo.
À semelhança do que te disse sobre a Amizade (ou falta dela), reitero a opinião que a generalidade das pessoas, limita-se a agir e nunca pára para pensar...talvez não gostassem tanto de si mesmas se olhassem para as suas costas em vez de viverem centradas nos seus umbigos, talvez respeitassem mais as costas dos outros se começassem a olhar para dentro de si mesmos...mas não: "pobres (de espírito) mas soberbos". Mas tal como os animais que vivem em "manada", estes entes acabam por se agrupar. O grave é que já vão sendo a maioria e já vai imperando a sua bestialidade.
Cá estamos nós, os burros pensantes para criar resistência.
Ob pelo "post".
Um bj!

Ilhota2 disse...

E se deixarmos de cantar e partilhar as nossas utopias, tritezas e alegrias, a passagem por cá será certamente menos colorida...
Um abraço e óptima semana

amadis / pintoribeiro disse...

Antes o silêncio. Bom dia, abraço,

sonia r. disse...

Pronto...então uma boa semana Chuvamiuda.

soslayo disse...

chuvamiuda:

Por acaso nunca gostei de olhar para o meu umbigo! Só quando tomo banho é que direccione o chuveiro p´ra lá e, às vezes o que de lá sai são uns pelinhos da camisa mas, em todo o caso também tenho feito alguns monólogos, não por olhar só para mim mas, porque os outros só olham para si!!! Um abraço.

Miguel disse...

"Caro companheiro,

um pedido seu é uma ordem

;)"
Copiei e colei este excerto de um comentário de um iluste visitante meu.

Já tá, agora o que me apeteceu cantar foi aquilo, ainda que não vá despertar as consciencias, pode ser que me ajude! ;-)

Abraço

Testa Alta disse...

"E como por aqui a vontade de postar a metro, anda muito limitada, por agora chega."

Antes limitada a vontade de postar do que a vontade de lutar, Amigo.
*********************

Diálogo de umbigos talvez seja interessante.
Monólogo com o seu umbigo, é coisa enfadonha, de certeza.

:) :)
Boa semana.
Abraço.

kurika disse...

Vim oferecer-te um sorrisoe desejar-te um bom dia.
A boa disposição de Sábado ainda se mantém, apesar de ser Segunda e dia de tubarões.
O eleito foi Nicole Krauss, conheces?

Um beijinho

segurademim disse...

... apoiado!!!!!

boa semana também para vós . beijo